quinta-feira, 29 de novembro de 2012

UMA HISTORIA DE AMOR...

Uma  historia  de  amor 
É  sempre uma  historia  de  amor
E  uma  fantasia  parece
E de  conto  de  fadas  também
Daquelas  que...
E  foram  felizes  para  sempre!
 Mas,  a  minha  é  diferente
Surgiu  como  de  um  sonho
Que  em  realidade  se  tornou
Um  príncipe, Sim,  era  um  príncipe
Igualzinho  a  uma  historia  real
Que  até  princesa,  eu  me  sentia.
No  nosso  castelo
As  tristezas  não  tinham  lugar
No  nosso  castelo  tudo  acontecia
Até  o  sorrir  por  nada
  No  nosso  castelo  eu  sonhava
Pensava  que  sonhava
Mas,  acordada  estava.
Até  que...  como  todo  castelo 
De  sonhos  e  fantasias  um  dia  se  desfaz
O  meu  também  se  desfez.
E  hoje  eu  fico  assim tão  só...
A  imaginar!
Foi  um  sonho  ou  verdade!?
Era  um  sonho.
Não,  foi  verdade.
O  sonho  não  acabou
Se  multiplicou e  continuará  eternamente. . .

em  Rafael  e  Joyce
Nal Pontes
(está poesia retrata um pedacinho de minha historia)


Curto  Resumo
Que  falem  muito  os  eloqüentes 
Que  escrevam  brancuras  os  poetas
Que  sejam  infinitas  as  alegorias
Mas,  numa  só  palavra  resume
O  que  sinto  por  ti.  “AMOR”
                                               Autor Josinele Pontes (in memorian) 

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O SILENCIO DA ALMA

Quando a dor nos cala, 
Deus nos carrega no colo.

 

“HOMENAGEM AO AMOR”

Fátima Siqueira, uma grande amiga escreveu 
Porque  foste  escolhida  para  viver
Um  grande  amor?
Amor  que  deu  frutos,
Contagiou,  inspirou  outros  amores
Porque fostes escolhida
Para  compartilhar
Tanto  trabalho,  lutas,  fadigas?
Porque,  ao  lado  de  “Um  menino  de  Ouro”
Escrevestes  páginas  de  um  romance  de  Amor
Amor  que  era  pura  canção  e,
Bruscamente te fez  experimentar
O gosto  amargo da separação?
Por que foste escolhida para seres
A  esposa  amante,
A  amiga  companheira,
O  abraço  reconfortante,
A   mão    que  afagava
E  renovava  o  ânimo?
Porque foste escolhida para compartilhar
Tanta  alegria,  sonhos  e planos?
Planos. . .  interrompido  para  que
O  plano  de  Deus  se  realizasse
Porque foste  a  ESCOLHIDA?
Não  foi  por  acaso. . .
Mas  porque  és  um  coração  grandioso,
Generoso em  se  doar.
Coração  que  não  ficou  amargo
Com  a perda  de  um   tesouro
Foste escolhida   porque  fazias
Parte do plano  perfeito  de  Deus.
E o que  ainda  não  entendes.
Terás na eternidade  a resposta
Foste  escolhida  porque
O “Menino  de  Ouro”
Não  resistiu  ao  teu  doce   sorriso
E  no  encontro  com  o  pai,

Com  certeza  agradeceu,
A  felicidade  que  viveu,
E  mesmo  que  a  saudade
Te  acompanhe  até  o  reencontro
Louve  a  Deus  como  Maria,  dizendo: 
A  minha  alma  engrandece  ao   Senhor
Sim,  foste  a  escolhida,
Pois  Deus  sabia  que  passarias
Pelo  vale  da  dor,
Como  passastes  pelo  Vale  da  Alegria
Confiando  em Deus,  no  passado,  no  presente

A  CADA  DIA! 

  
A poesia abaixo foi escrita pelo meu irmão

A  MAIOR  BATALHA
   Imagino  que  esta  noite
Sonhaste  com  o  teu  amado
Sentindo  sua  presença
Ouvindo  sua  voz.
Despertando   sem    ele
Com  alma  de  menina
Sentindo  saudade  do  teu amado
Intima  tortura
Choro  tremulo  e  brando
Como  um  soluço.
Imagino  que  tuas  noites

   Imagino  que  esta  noite
Sonhaste  com  o  teu  amado
Sentindo  sua  presença
Ouvindo  sua  voz.
Despertando   sem    ele
Com  alma  de  menina
Sentindo  saudade  do  teu amado
Intima  tortura
Choro  tremulo  e  brando
Como  um  soluço.
Imagino  que  tuas  noites
Tornaram-se  longas
Estas  olhando  a  noite  ir  embora
Que  noite  escura  e  tão   fria
Chove  bastante
Ouves  pancadas  no  telhado
Portas  fechadas
Janelas  entre  aberta

Suas  molas  rangem

Um  silêncio  perturbado 
Rafael  e  Joyce
Suas  jóias  preciosas
Pureza  no  amar
Uma  ternura  imensa
Te  afagam,  te  beijam
Te  fazendo  lembrar
Os  beijos  e  os  abraços
Do  teu  amado
Acordarás  com  os  dois
Em  cima  de  ti.
Tens  momentos  difíceis
Nem  percebestes
És  uma  fortaleza
Me  orgulho  de  você
Imagino  o  teu  pensamento

Passar  as  nuvens  pálidas

Ir   além  das  estrelas
Agradecer  a  Deus
Por   ter  vencido
A  maior  batalha

 Passaste  dois  anos  sem  teu amado  
escrito  pelo meu irmão Haniel
Figuras tiradas do Google

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

DEUS FAZ TUDO ESPLENDIDAMENTE, MUITO BEM!

  NADA ACONTECE POR ACASO

AlÔ!!! era Josinele,  pela  primeira  vez  telefonando, enquanto  eu  estava  no  trabalho,  lá  do  outro  lado  da  cidade,  não  tínhamos  nada  especial  para  falar,  na  verdade  não sabíamos nem o que  dizer, por isso  o telefonema  durou  só  alguns  minutos,  à noite nos encontramos na igreja, timidamente  ele  entregou-me  um  papel  com  uma  poesia  e  disse:  “LEIA  E  QUEIME.”

Foi  a  primeira  vez  que  alguém fez uma  poesia  para mim. 
Quando outro dia nos  encontramos, ele me perguntou  “queimou?” 
 para   a  sua  surpresa  eu  o  respondi  recitando  decorado;


DO  OUTRO  LADO  DA  LINHA”
Como  arte  de  magia,  por  entre
ventos  surgia  um  efetivo  conversar.
Dum  lugar  mui  distante  fez  se  perto
por um  instante  alguém  longe  a  pensar.
Ingente  alegria  minha  quando
do  outro  lado  da  linha
uma  doce  voz  passa  a  soar.
Pressuroso  o  tempo  incita  a  fazer
A   omissão  de  tanto  a  dizer
intervindo-se  a  censurar
E  consegue  um  breve  adeus,
Cujo  mesmo  espero  em  Deus
Seja  breve  o  seu   durar.
 Josinele (in memoriam)

                                JOSINELE,  UM  MENINO  DE  OURO.
       Por ser muito carismático,  exercia uma certa  autoridade   sobre  as  pessoas  que  sempre  o  escutavam  com  atenção,  era   atraente  não  só  na  aparência  física,  a  sua  beleza  maior  era  a  interior,  tinha  um  Coração  de  Ouro.  Titulo   dado  por  uma  de  nossas  irmãs  da  igreja  e  foi por este menino  de  ouro  por quem  me  apaixonei,  amei e  fui  amada,  ele  foi  meu   príncipe  encantado, o  homem dos  meus  sonhos,  que  tinha  o  sorriso  mais  contagiante do planeta   que  atraia  qualquer  pessoa, uma vez  um Pastor  amigo  nosso  hoje  também já na glória, disse o seguinte a  respeito dele. “Josinele  era  doce  como  meu,  que  ao  partir  deixou  água  na  boca. . . "era realmente um menino de ouro.

O MENINO DE OURO!
De  olhar  faceiro  e  puro.
Tímido  como  criança
Mas  às  vezes  como  adulto
Olhos  pretos  que  giram
De  um  lado  para   o  outro
Como  se  desejassem
Algo  mais  para  si
Diferente  em  seu  modo  de  agir
Um  sorriso  amável
Um  sorriso  que  todos  precisam
Um  sorriso que  todos  atrai
Um  gesto  delicado  e  simples
Vejo  nesta  vida  uma  virtude
Virtude  que  a  todos  contagia
Por  isso  alguém  não  exagerou
Quando  o  chamou  de
‘MENINO  DE  OURO’.
Nal Pontes
  ESCOLHIDO POR DEUS PARA SERVIR
       JOSINELE  VIDERES  DE  PONTES – nasceu  em  Recife 
 PE – no dia 05 de Fevereiro de 1960 – segundo  entre os três filhos de seus pais. Nasceu em lar católico, igreja que sempre freqüentava. 
      Quando garoto e ainda na adolescência  até  aos  17anos, era  extremamente tímido, vivia uma vida  pacata, tinha  poucos  amigos  quase não saia de casa, seu passatempo predileto era ler e  escrever,  nos livros escondia sua timidez e foram neles que adquiriu conhecimentos, chegando alguém a chama-lo de dicionário  ambulante  tinha  um  sonho.  Criar uma biblioteca. 
         Para  isso chegou a adquirir  muitos  livros.  
Gostava de  escrever  poesia,  crônicas. 
 Dentre  muitos livros  adquiriu o habito de  ler a Bíblia  
e foi  lendo a Bíblia  católica  que  encontrou  a  verdade.

 ENCONTRO PESSOAL COM CRISTO
         Seu  encontro  pessoal  com  Cristo  Jesus  se  deu   aos 
17  anos,  na  Igreja  Presbiteriana  da  Conde  da  Boa  Vista.  Numa  tarde,  durante  uma  programação  para  jovens.  Neste  primeiro  encontro  fez  sua  publica  confissão de fé  aceitando Jesus Cristo como Salvador Pessoal, passando a  freqüentar a Igreja  Batista. Onde foi  batizado 03 meses  após  a  sua  conversão.   

        Como   era  tímido  no  inicio  foi  difícil  fazer  amizade  com  o  pessoal  da  igreja,  saia  correndo  para a sua casa  antes da  Benção  Apostólica .  Mas  aos  poucos foi  mudando graças ao cuidado dos  jovens  daquela época.  E numa  mudança  radical,  superou  a  timidez  o medo  de falar  com  as  pessoas  e  em  publico.  Menos  de  seis  meses  já  fazia  estudos  bíblicos  
com  os  jovens.  Poucos  meses  após  seu batismo  nas  águas, recebeu  o  cargo  de  Profº  de  adolescentes, mais tarde foi  
eleito  presidente  dos  jovens,  em  pouco  tempo estava  
sendo  convidado  para  pregar  fazer  palestras  para  jovens,  gostava  de  dar  conselhos as pessoas  ate aos  mais  velhos 
do  que  ele.  Casou-se  aos  22 anos  com Ednalva Pontes,  
primeira  e única namorada
  com   quem  teve  dois  filhos  Rafael  e Joyce.
   Aos 23 anos de  idade  foi  consagrado  Pastor  e convidado  
para  pastorear  a  Igreja  que o batizou.  A qual Deus permitiu
 que  pastoreasse   durante  05 anos,  num  curto  espaço  de  
tempo  mais  que  pode  deixar  suas  marcas  em  cada 
 pessoa  que  com  ele  conviveu. Teve  o  privilegio  
também  de  gerenciar  o  Projeto Social,
onde mostrou  ainda  mais  o  seu  carinho 
pela  comunidade onde residia.   
Como fez  curso  Técnico em  Enfermagem 
 era  sempre  requisitado  para aplicar  injeções, 
fazer curativos,  cuidar de  umbigos de  bebês 
 o que o fazia  com muito carinho.  
Passando  em  seguida ao  ministério  pastoral.
        Matriculou-se  no  curso  de Bacharel em teologia.  
Mas como  tinha  muita  pressa  em  avançar  nas 
 atividades  da  igreja,  para  dedicar-se  integralmente 
 a obra  do  Senhor  e  mais tempo  para  visitas,  
leitura  da bíblia  e serviços na obra do Senhor. 
Participou de  vários mutirões evangelísticos em diversos
 lugares de nosso estado e fora dele.  Devido a urgência
e o tempo. Mudou o  curso  para  ministério  cristão.  
Ele  tinha  pressa, Deus  também. 
 Um  ano  e  dois  meses  após  sua  formatura 
 Deus  o  chamou  para  estar  para  sempre  com  Ele. 
UM  CULTO  A  DEUS

           Um  Sacrifício  Vivo,  um  Culto  para  Deus.  
Este  era  o  seu   desejo,  viver  só  para glorificar a Deus.  Colocando  em pratica  as  palavras do Apostolo Paulo, 
em Gal. 5:22.  
"gastou-se  e  deixou-se  gastar  pela  obra  do  Senhor."          
         Como   se  presentisse   que  não  teria  uma  vida  longa,  vivia  intensamente  o  presente  como  se  o  amanhã  não  fosse  chegar.   E no  dia 16  de Janeiro de 1988.   Deus  o  levou, ainda  aos  27  anos,  jovem  cheio  de  sonhos  a  realizar  e  muitos  projetos  inacabados.  Mas  conseguiu  deixar  a  luz  de  Cristo  brilhar  através de  sua vida.   Este   era  o seu  desejo.  pois 
um   dia  assim  se  expressou  escrevendo:


“FAZ-ME BRILHAR,SENHOR”

Faz-me  brilhar, Senhor  como o sol no surgir 
do  alvorecer
Faz-me  brilhar, Senhor! Tal qual o fulgor das  estrelas,
faz-me brilhar, Senhor! Unicamente pelos reflexos teus,
pois,  só tu  és  fonte de esplendor da qual tanto  necessito.
Quero que te conheçam através de mim.
Quero que imaginem a tua  bondade através do 
meu proceder.
Quero  que  meditem  nas coisas  que  falas,
Por  meio  do  meu falar.
Que  nas  minhas  decisões  tu sejas  o  meu  orientador,
Bem  sabes que a luz  em terra pouca  é a  sua  claridade
  Permitindo  assim  as trevas  prevalecerem.
Preciso  Senhor que a  minha  candeia  esteja
nos  alpis  da  sociedade  em   que  vivo.
Para que  sem  receio, sem  pensar nas minhas  dificuldades
Sejam  elas quais forem possam proclamar e testemunhar de Ti.
Faze-me brilhar diante  do meu  semelhante,
  Mas,  que  este brilho não seja  egoísta  nem  orgulhoso. 
Que  ele me  faça  pequeno diante  de  ti.
E   servo  diante  dos  meus  semelhantes.
Que  seja  um  brilho tal  qual  o  de  Estevão
Humilde e Glorioso Simples  e  Inefável.
Faze-me  brilhar do  teu  brilho,

Faze-me  brilhar,  Senhor!
Josinele Videres de Pontes (in memoriam)